Aula 01 - Batidas do Coração

Componentes

 

ENTRADAS E SAÍDAS

Para falar dos componentes do micro:bit, devemos saber o que são dispositivos de entrada e saída:

 

 

Um dispositivo de entrada é uma peça de hardware que nos permite enviar dados para um computador, se você digitar uma mensagem no teclado ou tocar uma tela para que algo aconteça, você está usando um dispositivo de entrada.

Dispositivos de ENTRADA:

  • Botões
  • Sensor de Luz
  • Sensor de Temperatura
  • Acelerômetro
  • Magnetômetro

Um dispositivo de saída é uma peça de hardware que permite o computador comunicar informações para nós, como exibir uma mensagem em uma tela, tocar uma música em fones de ouvido ou imprimir um documento.

Exemplos de dispositivos de SAÍDA:

  • Tela de LED’s
  • Radio (comunicação entre micro:bits)

Você pode adicionar dispositivos de entrada e de saída usando os pinos do micro:bit, como por exemplo colocar o fone de ouvido como um dispositivo de saída. Portanto, se você quer ouvir música, você clica na tela do aparelho para tocar a música, assim você usa o dispositivo de entrada, logo, o dispositivo de saída será seu fone de ouvido tocando a música! 😎

O seu BBC micro:bit possui uma ampla variedade de recursos para você explorar. Saiba mais sobre cada um dos recursos (colocamos números ao lado de cada componente para você acompanhar):

 

 

1. BOTÕES

O micro:bit possui dois botões que você pode programar e um botão de redefinição. Você pode escrever um programa que diga ao micro:bit qual ação deve ser feita quando o botão é pressionado. Os botões A e B podem ser pressionados juntos ou separadamente!

2. LED’s

Um LED em inglês significa diodo emissor de luz, é um dispositivo de saída que emite luz quando uma corrente elétrica passa por ele. O micro:bit possui uma tela de 25 LED’s para você programar, podendo exibir imagens, letras e números. Além disso, eles podem detectar, medir e responder a níveis de luz, assim funcionando como um sensor de luz.

3. PINOS GPIO

Na parte de baixo do seu micro da BBC: bit existem 3 buracos numerados de 0 a 2, chamadas de pinos GPIO (pinos de entrada e saída de uso geral). Esses pinos permitem que você seja realmente criativo. Você pode criar circuitos, conectar coisas externas, como campainhas e motores e criar seus próprios projetos divertidos. Os pinos GPIO permitem conectar fones de ouvido, sentir o toque e adicionar outros componentes eletrônicos para expandir as possibilidades do seu micro: bit.

4. PINO 3V

O pino de 3V pode ser usado para alimentar acessórios que você conectou e utilizar o GND para criar um circuito simples e criar um programa. Você pode alimentar LEDs externos e outros componentes eletrônicos usando este pino.

5. PINO GND

O pino GND é o pino terra ou terra – é usado para completar os circuitos elétricos quando você conecta fones de ouvido, LEDs ou comutadores externos ao seu micro: bit. Este pino e o pino de 3V estão relacionados à fonte de alimentação da placa, e é importante lembrar de não conectar esses pinos um ao outro diretamente.

 

 

1. RADIO E ANTENA BLUETOOTH

O rádio é uma maneira de enviar e receber mensagens a distância e o micro:bit podem usar ondas de rádio para se comunicar, utilizando o Bluetooth. Ele pode ser programado para que receba uma mensagem e envie outra mensagem como resposta, por exemplo, conversar através de frases que passam na tela de led.

2. PROCESSADOR E SENSOR DE TEMPERATURA

O processador do micro:bit é o seu cérebro, buscando, decodificando e executando suas instruções. Ele também contém um sensor de temperatura para que você possa medir a temperatura do ambiente. É uma parte essencial do seu micro: bit, pois executa os programas que você escreve usando um microprocessador interno a esse dispositivo.

3. BÚSSOLA/MAGNETÔMETRO

Uma bússola digital é um sensor de entrada que detecta campos magnéticos, especialmente o campo magnético da Terra, para achar o norte magnético. O seu micro:bit possui uma bússola embutida que pode detectar a direção em que está voltada. Se quiser detectar campos magnéticos fortes, você pode usar imãs e programar para que o micro:bit exiba uma mensagem quando detectar o campo do imã.

4. ACELERÔMETRO

Um acelerômetro nada mais é que um instrumento capaz de medir a aceleração ou vibrações sobre objetos. Ele compara a aceleração do objeto em relação a aceleração da gravidade da Terra, assim mede e calcula as acelerações, vibrações e inclinações do objeto. O acelerômetro do seu micro:bit detecta quando você o inclina da esquerda para a direita, para trás e para frente e para cima e para baixo.

5. PINOS DIGITAIS

Com a ajuda de um adaptador de micro:bit para protoboard, você poderá usar todos os 25 pinos que tem na placa, assim você conseguirá transformar os pinos digitais em pinos GPIO. Se for usar o adaptador para novos projetos, lembre-se de seguir as instruções que vêm junto.

6. ENTRADA MICRO USB

Usado ​​para conectar, comunicar e alimentar computadores e dispositivos digitais, o micro:bit possui uma interface USB para permitir que você conecte seu computador ao seu micro: bit. Assim, construa o programa, faça o download do arquivo e passe para o micro:bit conectado ao computador através da porta micro USB.

7. LED TRASEIRO

O único LED na parte traseira do seu micro: bit pisca quando você está baixando um programa e acende para mostrar que está sendo alimentado pela tomada USB (número 9).

8. BOTÃO RESET

Feito para reiniciar seus programas micro:bit, aperte-o e seu código começará do início.

9. ENTRADA DE BATERIA

Em vez de alimentar o seu micro: bit da tomada USB, você pode desconectá-lo do seu computador e usar uma bateria. Isso é realmente útil se você quiser levar seu micro:bit para fora, para usar ou jogar com ele. Ele pode funcionar com duas pilhas tamanho AAA.

10. CHIP DE INTERFACE USB

O chip de interface lida com a conexão USB e é usado para atualizar o novo código no micro: bit, enviando e recebendo dados para o seu computador.

Obs: Existem duas versões diferentes do micro:bit: Os micro:bits mais recentes têm um chip combinado de bússola e acelerômetro e, nos mais antigos, são separados. Ambas as versões funcionam exatamente da mesma maneira.

Sobre o curso:

Usaremos quase todos os recursos que o micro:bit tem a oferecer, oferecendo uma boa visão do que a plaquinha pode transmitir de conhecimento de programação e eletrônica para nós. Utilizando recursos embutidos como botões, tela de LED que também funciona como sensor de luz, sensores de movimento e temperatura, bússola e comunicação via rádio entre micro bits, vamos criar animações, luzes noturnas, contadores de passos, jogos simples, termômetros e mais. Nesse curso, com mais alguns acessórios, como cabos de clipe de crocodilo, fones de ouvido, papel alumínio e papelão, e você poderá fazer projetos mais complexos e divertidos! 💡